29/08/2016 - Escritório Central

Emater reuniu técnicos de quatro Regionais no Escritório Central para tratar de CAR

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater-Pará), sob a coordenação da Coordenadoria Técnica (Cotec), reuniu na manhã de sexta-feira (26), alguns técnicos de quatro Regionais: Capanema, Castanhal, Ilhas e Tocantins. Juntos, eles abrangem cinquenta e sete municípios. A reunião foi realizada na Sala de Reuniões do Escritório Central, em Marituba, para tratar de questões relativas ao avanço do processo de regularização do Cadastro Ambiental Rural (CAR), em propriedades de agricultores familiares detentores de áreas com até quatro módulos fiscais.

Os técnicos da Emater envolvidos no processo receberam orientações da equipe técnica da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) para avançar no processo de aplicação das ferramentas no desenvolvimento das ações. As orientações acerca de escalas de regularização, informatização, migração de dados, utilização de plataformas, modos de análises, uso de ferramentas, entre outras questões, foram repassadas sob a coordenação do Coordenador de Ordenamento Ambiental da Semas, Renato Chaves, respondendo na ocasião pela Diretora de Ordenamento Ambiental, Maria Gertrudes.

A Semas é o órgão estadual responsável pela coordenação e promoção das ações para o fortalecimento do CAR, de modo articulado, e em cooperação com outros órgãos parceiros, e com os municípios. Com a Emater a Semas já executa Cooperação Técnica desde 2009.

Renato Chaves disse que o Pará “é um dos poucos estados que está avançando no processo de regularização do Car”, principalmente em relação à nova ferramenta que visa o manuseamento online, mas ressaltou que “para que seja exitoso, é necessário que na ponta, os técnicos conheçam bem o processo de desenvolvimento para possíveis melhoras de aplicação”. Ele falou que o bom uso dos recursos “são importantes, para técnicos e municípios”, por isso, a partir de setembro, “começaremos pelo Polo Carajás, a execução de um calendário de treinamento em todos os polos municipais do estado” e, concluiu, “nesse processo a participação dos técnicos da Emater é fundamental para o avanço da regularização ambiental”.

Texto e Fotos: Edna Moura