26/01/2018 - Regional de Castanhal

                    Mutirão da Emater em Inhangapi emite 40 CARs

De 15 a 20 de janeiro, o escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) em Inhangapi, no nordeste do estado, promoveu um mutirão para emissão de Cadastro Ambiental Rural (CAR) para 40 famílias da comunidade Cariru. Técnicos dos escritórios locais da Emater em São Francisco do Pará e Terra Alta, municípios vizinhos a Inhangapi, complementaram a equipe.

A iniciativa faz parte de um planejamento conjunto entre Emater e Prefeitura em relação à regularização ambiental da agricultura familiar: “Identificamos que realizar mutirões em cada comunidade, com o apoio de outros escritórios locais, seria mais prolífico e eficaz no que tange a CAR. Já foram feitos 30% da necessidade dos agricultores familiares. Temos, assim, um calendário para o ano inteiro de contemplação de todas as outras comunidades atendidas pela Emater”, explica o chefe do escritório local da Emater em Inhangapi, o técnico em agropecuária Luiz Augusto Góes.

As famílias da Comunidade Cariri vivem essencialmente do extrativismo de castanha-do-pará e açaí. Com o CAR, obrigatório para imóveis rurais, os agricultores passam a ter acesso a políticas públicas específicas, como crédito rural.

“Às famílias do Cariri vislumbramos um potencial muito grande de crédito do Amazônia Florescer, para açaí e hortas. Parcerias para capacitações, por exemplo, também se tornam facilitadas. Nessa comunidade já temos previsão de ciclo de capacitações sobre manejo de açaizais e olericultura básica, em parceria com o Senar [Serviço Nacional de Aprendizagem Rural]”, diz Góes.

Texto: Aline Miranda 
Foto: Manoel Júlio Albuquerque Filho