13/04/2018 - Regional de Castanhal

 

Hortaliças de grande valor comercial são alternativa para agricultura de Santa Izabel  

A partir do escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) em Santa Izabel, na região metropolitana de Belém, desde o começo do ano 25 famílias que trabalham com olericultura de folhosas na comunidade João Novo estão tendo a oportunidade de melhorar a estrutura de produção e ampliar a gama de produtos com o atendimento técnico e social mais direcionado previsto no Projeto Piloto da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater). Durante os próximos três anos, as famílias, que já foram cadastradas e diagnosticadas socioeconomicamente pela Emater, serão acompanhadas em cada iniciativa empreendedora.

 

O Projeto Piloto da Anater está sendo executado pela Emater em 40 municípios desde o segundo semestre de 2017 e objetiva fortalecer e melhorar as cadeias produtivas típicas das comunidades, por meio de metodologias participativas específicas, cronograma fixo e repasse de recursos.  

Na João Novo, os agricultores, que já trabalham com tipos como couve e chicória, introduzirão novos, como alface americana e repolho: “Contextualizamos as tradições e saberes da comunidade, robustecendo as atividades-base e experimentando a diversificação, de acordo com o interesse dos agricultores. Estamos introduzindo na produção hortaliças de maior valor comercial, o que favorece a geração de renda e a manutenção da própria atividade”, explica o chefe do escritório local da Emater em Santa Izabel, o engenheiro agrônomo Ronaldo Sanches.

 

Texto: Aline Miranda

Fotos: Newton Rosa