21/05/2018 - Excursão em Monte Alegre

Agricultores excursionam em Monte Alegre sob a direção técnica da Emater

Uma excursão realizada na última sexta-feira (18), na comunidade Terra Preta II, em Monte Alegre, no oeste paraense, sob o comando dos técnicos em agropecuária, Egnaldo Garcia e Antônio Targino, do escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater-Pará), no Regional Médio-Amazonas, permitiu que mais 20 agricultores familiares, das comunidades de São Diogo, Mangueirinha e Cuçaru, conhecessem o Sistema Agroflorestal (SAF), do agricultor Raimundo Malcher da Silva, conhecido como “seu Dico”.

Os visitantes além de verem o SAF do “seu Dico”, também aprenderam sobre vários modelos de cultivos, através das orientações técnicas dadas pelos extensionistas rurais da Emater. O SAF do “seu Dico” foi implantado pela Emater há mais de 10 anos.

O filho do “seu Dico”, Hallison da Silva, relatou aos produtores que inicialmente não acreditava muito no projeto, mas depois de pouco tempo, percebeu: “valia muito a pena, tanto do ponto de vista financeiro, como da diminuição de mão-de-obra”, disse ele.

Os agricultores integram o projeto implantado em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio), nas comunidades do entorno do Parque Estadual de Monte Alegre (Pema). O projeto tem objetivos de criar opções de produção, gerar novas alternativas de renda, introduzir conceitos de produção ambientalmente sustentável, contribuir para elevar a condição social das famílias, e aumentar a preservação da biodiversidade na região da Área de Proteção Ambiental (APA Paytuna).

“Além do ganho ambiental”, fator ressaltado pelos técnicos, os agricultores tiveram outros ganhos destacados, cujos esclarecimentos os deixaram entusiasmados com o projeto.


Na execução da parceria, a Emater além de conduzir excursões em propriedades com SAF’s implantados; cadastra famílias, seleciona áreas para implementar ações, capacita em diversos segmentos de SAF’s, dá oficinas sobre técnicas de produção de mudas e preparo de viveiros, e acompanha os SAF’s já implantados.

Texto: Edna Moura
Fotos: Acervo Emater