03/07/2018 - Regional de Marabá

Pecuaristas de Nova Ipixuna recebem mais de R$ 150 mil para a produção de leite

Uma assentada da reforma agrária de Nova Ipixuna, no sudeste do estado, recebeu, no último dia 28 de junho, quase R$ 100 mil de crédito rural para investir em pecuária leiteira, a partir de um projeto do escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) para a linha Mais Alimentos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e liberação do Banco da Amazônia (Basa).

Maria das Graças Cruz, que vive no assentamento Casarão, possui 40 cabeças de gado comum. Com os recursos, ela adquirirá maquinário, 25 matrizes e um reprodutor mestiços, para melhoramento genético do rebanho, e ainda reformará pastagem, curral e cerca, entre outros procedimentos.

Na mesma ocasião, o pecuarista Milton de Jesus, da Vila Sapucaia, também assinou contrato, no valor de R$ 57 mil, para compra de 18 matrizes e um reprodutor mestiços e melhoria da estrutura de produção.

Para o técnico em agropecuária da Emater Claudean Marinho, responsável pelo atendimento a essas famílias, o crédito rural tem um impacto imediato na cadeia leiteira do município: “Não é só uma questão de amparar e de incentivar a atividade, que é a principal fonte de renda da agricultura familiar de Nova Ipixuna, mas também de trabalhar com o aperfeiçoamento tecnológico e social dos sistemas de produção e de repercutir na qualidade final do produto”, diz.

De acordo com Marinho, pois, em cerca de um ano e meio a inserção de animais com genética melhorada no rebanho resulta em um aumento de produtividade de leite de até 30 por cento. Atualmente, a média de produção por animal é de seis litros por dia.

Outros cinco projetos de investimento pecuário elaborados pela Emater, representando um total de mais de R$ 300 mil, devem ser efetivados pelo Basa nos próximos dias.

Texto: Aline Miranda

Foto: Acervo da Emater