08/02/2019 - Regional de São Miguel do Guamá

Crédito rural pela Emater em Nova Esperança do Piriá deve superar os R$ 800 mil nos primeiros meses do ano

 

 

Por Aline Miranda

 

Pecuaristas e mandiocultores de Nova Esperança do Piriá, na região Rio Capim, receberão, até abril, mais de R$ 800 mil de crédito rural, via projetos  do escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), em parceria com o Banco do Brasil (BB). Na quarta-feira, como uma última etapa da liberação, a gerência do BB responsável, acompanhada pela Emater, visitou a maior parte das quatro propriedades com atividade de mandioca e das seis com atividade de pecuária.

Os recursos, da linha Mais Alimentos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), são de custeio e investimento. Os valores individuais variam entre R$ 35 mil e R$ 50 mil. No caso da mandioca, servirão para mecanização e estruturação de casas de farinha. No caso da pecuária, servirão para compra de reprodutores e matrizes de gado branco, com a aptidão para corte, instalação de cercas e reforma de pastagens.

De acordo com o chefe do escritório local da Emater em Cachoeira do Piriá, o técnico em agropecuária Leandro Guilherme Silva, a meta de crédito rural para este ano no município é pelo menos ultrapassar o que foi contratado ano passado por meio dos projetos da Emater: R$ 1 milhão e 200 mil: “Como a pimenta-do-reino é um dos carros-chefe da agricultura familiar do Piriá, pretendemos em 2019 projetos não só de custeio, mas também de investimento”, diz.

 

Fotos: Aline Miranda