02/04/2012 - Regional Conceição do Araguaia

Emater orienta na produção de milho em Cumaru do Norte

Agricultores familiares de Cumaru do Norte, no sul do Estado, estão sendo orientados pela Empresa de Assistência Técnica de Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), para a diversificação da produção. O município, tradicionalmente conhecido pelo desenvolvimento da bovinocultura, começou a desenvolver projetos que integram lavoura e pecuária. Um financiamento do Programa Nacional Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf B) contemplou quatro famílias do Projeto de Assentamento João Lanário do Val.

O investimento, superior a 83 mil reais, será aplicado na compra de máquinas e equipamentos, que mecanizarão durante os dois primeiros anos a produção de milho, pastagem e a produção de silagem, alimento volumoso que na época da seca pode substituir o pasto, fabricado à base de milho.

O agricultor Welinton Lourenço, que tem a economia familiar baseada na produção leiteira, disse que a produção do milho vai diminuir em pelo menos 50% os gastos com a alimentação do rebanho, além de trazer retorno financeiro com a comercialização da produção excedente que já tem mercado garantido. A expectativa é que a produção atinja 90 sacos por hectare, acima da média do município.

Segundo Leandro Gomes, técnico em agropecuária da Emater, a ideia é fazer com que o agricultor produza a própria matéria prima para a alimentação do gado, que hoje precisa ser importada de outros municípios, onerando muito os preços com a ração. A Emater, que está presente em Cumaru do Norte, a pouco mais de um ano, vem orientado os agricultores com a análise de solo para o plantio até a colheita, além de promover o melhoramento genético do rebanho.

 

Texto: Iolanda Lopes

Foto: Thiago Leão