21/10/2011 - -

Termo de cooperação visa turismo rural no Pará

     O termo de cooperação entre a Companhia Paraense de Turismo (Paratur), Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri), Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (Faepa) e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) foi assinado em prol do turismo do turismo rural do Estado, na noite desta sexta-feira (21). Atualmente, esta vertente do turismo cresce 30% ao ano, segundo a Paratur.

     A presidente da Emater Cleide Amorim, afirmou que faz parte da contrapartida da empresa, visando o fortalecimento desta parceria firmada, possibilitar ao turista, conhecer e experimentar a Amazônia. Será de responsabilidade da Emater por meio do Laboratório de Geotecnologias (Labgeo) da empresa mapear, em um prazo de seis meses, as propriedades rurais familiares com potencial turístico no estado.

     “Que nosso povo hospitaleiro possa receber com estrutura, qualidade e segurança quem der a satisfação de visitá-lo dentro das porteiras, em cima das palafitas, nas malocas, nos igarapés, nas canoas, nas redes, nas florestas e nas comunidades como um todo”, disse a presidente, em discurso.

    Segundo o secretário de agricultura, Hildegardo Nunes, é de responsabilidade da Sagri, mas principalmente da Emater, o mapeamento, cadastramento e classificação dos atores da produção para fazer os abastecimentos do ciclo alimentar do turista. “Além de hospedagem, é certo que os nossos visitantes se tomem café, almocem e jantem. Suprir as necessidades dos turistas é o ponto de partida para um excelente atendimento”, afirmou.

     Para Adenauer Goes, presidente da Paratur, o percentual de crescimento anual do turismo rural – de 30% - pode aumentar em um prazo curto, após esta assinatura de parceria. “Com este termo de cooperação assinado, as pontas unidas, acontecerá a integração entre os setores que podem promover o desenvolvimento rural, como o estado do Pará merece”, declarou.

Assesoria de Comunicação - Kenny Teixeira