07/11/2011 - -

Emater investe no cacau em Porto de Moz

 

 

 

Sessenta mil sementes de cacau foram entregues pelo escritório local Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) de Porto de Moz à prefeitura local para a produção de mudas. O objetivo é viabilizar a produção de cacau para incremento da agricultura no município. A Emater ainda realizará acompanhamento aos 60 produtores já cadastrados.

 

As sacas de sementes de cacau foram entregues à Secretaria Municipal de Agricultura, no final do mês de setembro, para que mudas cacaueiras fossem produzidas no viveiro público e distribuídas gratuitamente aos agricultores familiares.

 

O público beneficiário, de 60 produtores rurais, que passaram por um cadastramento, após o recebimento das mudas, receberá a assistência técnica dos profissionais da Emater. Trabalho coordenado pelo extensionista, Jackson Lima, chefe do escritório local de Porto de Moz.

 

Lima explica que a introdução desta cultura no município já vem sendo realizada há alguns anos, mas que só agora que vai ter um acompanhamento diferenciado. O intuito, segundo o técnico, é promover o desenvolvimento desta atividade que visa à melhoria da qualidade de vida dos produtores rurais do município.

 

O chefe do escritório local de Porto de Moz ainda revela que está buscando fortalecer a cadeia produtiva do cacau na região. “Estamos estreitando as conversas com os órgãos governamentais, como a Prefeitura Municipal e Ceplac, e empresas privadas para podermos viabilizar a execução desse projeto, através de cursos, treinamentos, palestras e dias de campo. Assim, juntos buscaremos o desenvolvimento social, econômico e ambiental do município de Porto de Moz”, disse o técnico Jackson Lima.