Regional do Marajó

Extrativistas de açaí do Marajó são capacitados com tecnologia inovadora

 

 

Desde julho, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) está apoiando a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) em capacitações diferenciadas no manejo de açaizais em três municípios do Marajó: Bagre, Curralinho e São Sebastião da Boa Vista. A tecnologia inovadora, desenvolvida pelo pesquisador da Embrapa José Antônio Leite de Queiroz, doutor em engenharia florestal, é de intervenção de impacto reduzido, e pode triplicar a produção de frutos.

 

A de Bagre foi realizada em 11 a 15 de julho e a de Curralinho e 1 a 5 de agosto. Esta semana, de 7 a 11 de agosto, 25 agricultores de São Sebastião estão participando. Durante um dia da programação, o roteiro é da Emater, sobre boas práticas de colheita e processamento, com coordenação do engenheiro agrônomo Waldemiro Jr., chefe do escritório local de Breves.

Para o supervisor regional da Emater no Marajó, o sociólogo Alcir Borges, a iniciativa é extrema importância no sentido de atualização científica e de pesquisa aplicada: “Este é o momento em que a ciência faz o papel de chegar aonde deve chegar na perspectiva multiinstucional. Em que o Estado dá as mãos à agricultura familiar e a extensão rural se realiza em uma de suas vertentes mais realizadoras”, diz.

 

 

Texto: Aline Miranda - 10/08/2017