Emater em eventos da IFPA

Aspectos Institucionais e Programáticos da Emater é tema de eventos em Castanhal

O Campus de Castanhal do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA), realiza o 1º Encontro de Egressos do IFPA junto com a VII Semana de Integração em Ciência, Arte e Tecnologia (Sicat), no período de 28 de novembro a 1º de dezembro. Os eventos visam consolidar debates técnico-científicos de diversas áreas, promover e divulgar o conhecimento, e promover a interação entre os interessados na área da Educação Profissional, Tecnológica e de Inovação, no nordeste do estado. A programação dos eventos envolve várias apresentações feitas por diversos especialistas. Na próxima sexta-feira (1), o engenheiro agrônomo da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater-Pará), Paulo Lobato, assessor da Diretoria Técnica (Ditec), abordará sobre os Aspectos Institucionais e Programáticos da Emater-Pará.

Paulo Lobato falará acerca de planejamento, características e diagnósticos realizados, formas de acompanhamentos técnicos às famílias assistidas, projetos voltados para fruticultura, avicultura, apicultura, meliponicultura, bovinocultura leiteira, organização social, dentre outros trabalhos executados pela Empresa.

Dentre as ações, Lobato destacará algumas, como as experiências nas emissões de Cadastro Ambiental Rural (CAR), Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), e outras, como o caso da energia limpa, com financiamento de placas solares para extrativistas em Gurupá e Almeirim, e que está em vias de expansão em alguns municípios do Marajó, como Breves, Curralinho e Oeiras do Pará.

Também terá oportunidade de falar das ações em parcerias, como o Prosaf, Agrovárzea, Parque Charapucu, Aldeia Mapuera e o Laboratório de Solos, realizadas com o Ideflor-Bio, e do Projeto Piloto com a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), que fortalece e qualifica os serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), beneficiando diretamente mil famílias de agricultores familiares, em 40 municípios no Pará, entre outras, como o Pró-Açaí e Pará Produtivo, com a Sedap, e projetos desenvolvidos com o Sebrae, dentre outros parceiros do campo.

Texto: Edna Moura - 28/11/2017