Festival em Inhangapi

Emater promove o X Festival Pró-Ambiente em Inhangapi

O 10º Festival Pró-Ambiente de Inhangapi (X Fepami), realizado pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater-Pará), em parceria com a Prefeitura Municipal, tradicionalmente dialoga com a comunidade sobre a temática da preservação ambiental envolvendo ativamente as escolas públicas, levantando a bandeira da conscientização coletiva. Este ano o evento ocorre no Espaço Cultural, amanhã (21) e depois de amanhã (22), dias em que a cidade, no nordeste paraense, respira atividades oriundas do Programa em Defesa da Amazônia (Pró-Pirá). Pirá significa “peixe”, em língua indígena.

O Programa Pró-Pirá surgiu há 14 anos e é premiado e reconhecido por sua expressiva história, tendo gerado 15 outros projetos setoriais no município, como é o caso do Fepami, que, tal como o Pró-Pirá, segue no firme propósito de atuar “em defesa da Amazônia”, conforme reafirma Kenji Oikawa, médico-veterinário, idealizador e um dos técnicos envolvidos na organização das inúmeras atividades.

Ele, com a equipe do escritório local da Emater, e apoio do Regional Castanhal, está engajado na organização das atividades. São palestras, oficinas, exposições, como de flores e plantas nativas; concursos, como de artesanatos com garrafas peti, entre outras, voltadas à proteção do meio ambiente e destinadas a população.

“O público participante gira em torno de mil pessoas, com um contingente populacional significativamente rural. Por isso realizamos um trabalho contínuo e envolvente, com repasses de conhecimentos, visando a formação de cidadãos preocupados com o meio ambiente”, observa Oikawa.

“Este ano doze estudantes selecionados estão participando como monitores. Esperamos que eles sejam imbuídos de espírito participativo e do sentimento de proteção ao meio ambiente, e que essa condição ultrapasse as comemorações e reflexões sobre questões ambientais realizadas no mês de junho. Desejamos que a semente brote e perdure por todo o tempo”, pondera Kenji.


Fotos: Acervo Emater

Texto: Edna Moura - 20/06/2018