Inclusão em Marapanim

Emater executa programa que faz Inclusão social e produtiva em Marapanim

Quarenta e cinco agricultores vinculados à Cooperativa Agropecuária Mista de Marapanim (Coopamim), com apoio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater-Pará), comercializam, cada um, R$ 7.700,00 totalizando mais de R$ 300.00,00 em produtos hortifrutigranjeiros. Eles estão girando a roda do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), no município de Marapanim, nordeste paraense, produzindo 250 toneladas de alimentosna operacionalização dapolítica executada com Recursos do Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário ( MDSA), via Companhia Nacional de Abastecimento ( Conab).

Os produtos dos agricultores da Coopamim são adquiridos pela Conab, na modalidade compra, com doação simultânea para instituições do terceiro setor (Cáritas, institutos  sociais, igrejas evangélicas, abrigos), que redistribuem os produtos às famílias de baixa renda pela ação do Projeto Paneiro Cheio.  

E, logo no início das aulas semestrais, a Secretaria Municipal de Educação fez a complementação da alimentação escolar aos estudantes da rede pública de ensino.

“Só de melancia os produtores fornecerão 15.400 quilos neste início de calendário escolar”, informa Wilson Castro, chefe do escritório local da Emater em Marapanim. Ele destaca a participação da Emater na execução do programa que tem um caráter bastante inclusivo: “O PAA faz inclusão social e produtiva, injetando ânimo no trabalho realizado pelo produtor rural, que vende sua produção e escoa seu produto eliminando o atravessador da cadeia produtiva, além de assistir as famílias de baixa renda, e ainda auxiliar no aprendizado dos estudantes, apoiando-os na questão da segurança alimentar e nutricional”.

Fotos: Acervo Emater

Texto: Edna Moura - 31/10/2018