-

Emater avalia os cursos de capacitação inicial da empresa

      Coordenadores e instrutores dos cinco cursos de capacitação inicial realizados, nos períodos de junho e julho deste ano, realizaram um encontro de avaliação, durante todo o dia, nesta segunda-feira, 22, no escritório central da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater). Aspectos positivos e negativos foram expostos pelos participantes. O objetivo final será formar um Plano de Capacitação Continuada.

      As localidades de Santarém, Altamira, Marabá, Bragança foram pólos centralizadores para a execução dos cursos de capacitação inicial. Vários temas foram abordados que vão desde aspectos institucionais até metodologias participativas de assistência técnica e extensão rural (Ater). “De todo conteúdo administrado aos funcionários concursado das Emater os trabalhos de metodologia são os que mais chamam atenção”, revelou Alexandre Nunes, chefe do Núcleo de Recursos Humanos (NRH) da empresa.

      A empresa está presente em 144 municípios e organizada em 12 grandes regionais. No universo de 1074 funcionários mais da metade são concursados, onde, segundo o setor de recursos humanos, apenas 3% ainda não realizou o curso. “Conta no regimento interno que todo funcionário concursado da empresa precisam passar obrigatoriamente por este curso de capacitação inicial, já que temos certa complexidade nas atividades e os empregados precisam estar aptos”, explicou Nunes.

      Hoje a Emater possui cerca 600 concursados, e só faltam 20 empregados realizarem o curso. Ainda segundo o chefe do NRH, foi o esforço desta gestão em completar a totalidade dos funcionários. “O último concurso foi há cinco anos, mas estamos fazendo uma força-tarefa que todo o quadro funcional esteja dentro da normalidade, seguindo o regimento interno”, finaliza.

Avaliação

      Para Técnica em Recursos Humanos, a psicóloga, Rosangela de Lima Barros, coordenadora dos cursos ministrados em Marabá, é muito gratificante participar deste momento pós curso de capacitação inicial, “é o momento de nós dizermos tudo o que se passou, dos pontos positivos e, principalmente, dos pontos negativos para que possamos sempre aprimorar nossa atuação dentro da empresa”.

      O Plano de Capacitação Continuada é uma proposta da Coordenação de desenvolvimento de recursos humanos da empresa, que ainda será proposto para a diretoria técnica. Alexandre Nunes ressalta que o objetivo é oferecer constantes capacitações aos funcionários e forma mais aprofundada ao que é oferecido no treinamento inicial.

Texto: Assessoria de Comunicação - 25/08/2011