-

Na Feira Agropecuária de Castanhal, Modelo Rural mostra trabalho da Emater em todo o Pará

 

      Dentro da 43ª Exposição e Feira Agropecuária de Castanhal (Expofac), que inicia nesta sexta-feira (2) e encerra domingo (11), quem ultrapassar as porteiras do Modelo Rural da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) poderá conhecer detalhes do trabalho que o governo estadual vem desenvolvendo com sucesso em benefício da agricultura familiar.

      O Modelo Rural, o maior projeto de divulgação da atividade extensionista no Pará, existe desde 2004:  é a réplica de uma fazenda em que todas as atividades da Emater são representadas - com o adicional de uma extensa programação cultural e a ciceronagem didática dos técnicos da Empresa. Este ano, o tema do espaço, que tem sete mil m², é “Mandioca Nossa de Cada Dia”, em homenagem ao principal cultivo da pequena agricultura paraense, tradição fundamental inclusive para a alimentação das próprias famílias.

      Há também uma casa de farinha, uma casa de mel, unidades de sistema de irrigação, um estande para orientar a montagem de hortas domésticas e minicentros de piscicultura, fruticultura, avicultura, apicultura, olericultura, compostagem orgânica, plantas medicinais e plantas ornamentais, entre outros. “O Modelo Rural é uma grande vitrine e um grande laboratório”, diz o diretor técnico da Emater, Humberto Reale.

      Durante o passeio pelo Modelo, os processos de cultivo, colheita e beneficiamento são minuciosamente demonstrados por produtores familiares e técnicos da Emater e os produtos, oferecidos à degustação e à venda.  Tanto que uma das novidades deste ano é a Praça de Alimentação de valorização regional, em que agricultores atendidos pela Emater no nordeste do estado venderão sua produção beneficiada, a preços justos: um grupo de Santa Izabel será responsável pelas Delícias da Mandioca; um de Santo Antônio do Tauá, pelas Delícias de Camarão e outro, de Inhangapi, pelas Delícias do Açaí. O consumidor poderá comer tapioca, por exemplo, sabendo de imediato a história da procedência da iguaria e conversando com os protagonistas daquele feito.

       O engenheiro agrônomo Edilberto Marcuartu, chefe do escritório local da Emater em Castanhal, fala que a proposta do Modelo ultrapassa a publicidade das atividades da Emater: “O Modelo ilustra todas as cadeias produtivas, traz a realidade camponesa para os olhos da sociedade. Mostramos desde a terra, a porteira, até a comercialização, neste minishopping rural. A idéia é incorporar no público a importância da agricultura familiar, convencer os agricultores da viabilidade e da possibilidade de acesso a algumas tecnologias, por meio das unidades de observação, e demonstrar as propriedades familiares como negócios sustentáveis, empreendimentos válidos”, conclui.

      O ingresso para a Expofac custa de R$ 10 a R$ 15 reais (dependendo da atração musical da noite), mas colégios, faculdades, asilos e outros coletivos sociais podem agendar visita gratuita ao Modelo Rural, pelo telefone (91) 3721-1293. O evento oficial acontece das 18h às 22h, mas é possível o acesso também das 8h às 14h. A presidente da Emater, Cleide Amorim, estará presente na cerimônia de abertura, na noite de sexta-feira (2).

Texto: Assessoria de Comunicação - 01/09/2011