-

Extensionistas da Emater de Redenção se capacitam em Simpósio sobre Pastagens

     Três profissionais do escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) em Redenção estão se capacitando, desde o último domingo (11) até sexta-feira da semana que vem (16), no II Simpósio de Manejo de Pastagens do sul do Pará.

      O evento, promovido pela Faculdade de Ensino Superior da Amazônia Reunida (Fesar), tem o apoio da Emater e palestrantes de instituições consagradas nacionalmente, como a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)  - Gado de Corte, Gado de Leite e Cerrados, da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp), da Universidade de São Paulo (USP), da Universidade Federal de Tocantins (UFT) e da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural do Mato Grosso do Sul (Agraer).

      Participam cerca de 50 alunos do curso de zootecnia e mais especialistas da área de ciências agrárias.

      De acordo com o veterinário da Emater José de Ribamar Pimentel, em um município onde a pecuária leiteira é a principal atividade da agricultura familiar a oportunidade é sobretudo de “atualização de conhecimentos”: “O Simpósio nos apresenta as novidades mais recentes de pesquisa, com a possibilidade de discutirmos, em um ambiente realmente especializado, a viabilidade da aplicação aqui no município”, afirma.

      Um dos exemplos de aprendizado alternativo oferecido nos minicursos e palestras, segundo ele, é a opção do método de variações no sistema de pastejo rotacionado, em vez de número fixo de dias e piquetes no resguardo do capim: “As últimas conclusões científicas apontam que variar dia e piquete propicia mais controle sobre a qualidade e o desenvolvimento do capim, com observação precisa sobre o tempo ideal para o animal adentrar no pasto, o que é bem diferente do sistema fixo que costumamos usar”, diz

Texto: Assessoria de Comunicação - 15/09/2011