-

Emater inaugura o Escritório Regional do Tapajós

    

 

       Está programada para o dia 01 de outubro a inauguração do Escritório Regional do Tapajós, da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará, no município de Itaituba. Um esforço da atual gestão conseguiu colocar em prática um escritório que existe desde 1972. Desde junho, uma equipe técnica composta por três funcionários já está trabalhando no local. Para instalação foram investidos cerca de R$30 mil.

     O Regional do Tapajós já existe teoricamente há quase 40 anos, mas só neste ano vira uma realidade. A área deste escritório compreende oito municípios, entre as quais Aveiro, Jacareacanga, Novo Progresso, Castelo dos Sonhos, Placas, Rurópolis, Trairão e Itaituba – onde será a localizada a sede.

     Antes da instalação em definitivo do Escritório Regional do Tapajós, o trabalho administrativo era realizado pelo Regional de Santarém, que ainda somava-se a nove cidades: Mojuí dos Campos, Belterra, Curuá, Faro, Juruti, Óbidos, Oriximiná, Santarém e Terra Santa – um total de 17 municípios.

     “O nosso objetivo é melhorar cada vez mais o atendimento dos agricultores familiares do estado. Ao tomarmos conhecimento que o pólo administrativo do Tapajós estava criado, mas inoperante há tanto tempo, unimos esforços para viabilizar o projeto o mais rápido possível”, declarou a presidente da Emater, Cleide Amorim.

     A supervisora do Escritório Regional do Tapajós, Inês da Silva Guahyba, já está na localidade de Itaituba desde junho, fazendo pesquisa do trabalho já desenvolvido pela Emater nos municípios.

Desenvolvimento

     Em um levantamento realizado pelo Governo Federal, através do Colegiado de Desenvolvimento Territorial (Codeter) da BR 163, com as diversas audiências públicas foi identificado o potencial produtivo da região. Assim, o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), abriu chamadas públicas para trabalhar a bacia leiteira na região. Oito foram vencidas pela Emater, sendo seis voltadas para beneficiamento do leite. “Atualmente são atendidas 1040 famílias dos municípios que estão ao longo da BR - 163 e já se programa a construção de uma Agroindústria familiar de beneficiamento do leite, no município de Novo Progresso”, revela Inês Guahyba.

    As outras duas chamadas públicas, também do MDA, onde a empresa está atendendo 600 famílias de agricultores, sendo 250 no município de Castelo dos Sonhos e 350 em Novo Progresso. “Nessas localidades o nosso objetivo é desenvolver o Programa de Desenvolvimento Sustentável da Unidade de Produção Familiar , o Pronaf Sustentável”, disse a supervisora do Tapajós.

Texto: Assessoria de Comunicação - Kenny Teixeira - 29/09/2011